O SENHOR DA CHUVA – ANDRÉ VIANCO

Minha nossa! Que semanas foram essas!?! Aconteceu tanta coisa… dignas de novela! Silvio de Abreu ficaria morrendo de inveja se soubesse! Enfim, agora tudo isso são águas passadas – e entre mortos e feridos salvaram-se todos! (e eu tô que tô nas frases prontas).

O Senhor da Chuva - divulgação

O Senhor da Chuva – divulgação

Com esse clima super agradável, o livro de hoje é uma ficção brasileira, com direito a anjos, demônios, mortos-vivos e tudo mais. O enredo é o seguinte: em uma cidade grande tinha um cara que vivia metido em encrencas e rolos dos mais variados. Esse cara tinha um irmão gêmeo que vivia numa cidade pacata do interior e era um querido. Nesse contexto, um Anjo (tipo anjo da guarda, saca?) resolveu armar umas encrencas com um Demônio e, para não ser destruído, resolveu possuir o corpo do gêmeo arruaceiro, mas fazendo isso ele quebrou uma séria regra, dando direito aos demônios de começarem uma guerra. – Isso sim que eu chamo de “Idéia de Jerico”!

Bom, como se já não fosse suficiente toda essa confusão, a grande guerra resolveu acontecer em uma paisagem mais campestre… aquela em que o outro gêmeo vivia.

[…] nem sempre o que nossos olhos mortais captam é realmente o que de fato sucede. (p.149)

Ok, de toda essa história eu consigo tirar duas lições: 1) cuidado com seu irmão gêmeo; ele pode trazer uma guerra até a porta de sua casa. 2) não importa se você é um anjo dos céus, todo mundo é capaz de atitudes estúpidas.

Vou confessar pra vocês que esperava mais do livro. Na verdade, acho que ele não correspondeu ao que eu imaginava…  tá certo que comprei o livro só porque achei o título legal, mas, sei lá, tinha pensado outras coisas… acho que devo ter algum problema (ainda bem que tirei o livro dos meus créditos do cartão da fnac… aliás,  já passou da hora de eu reativar meu cartão). Pra quem gosta de todo esse clima de guerra, anjos, demônios, vampiros – lógico, eles não poderiam faltar – vai adorar esse livro! Assim como em Os Sete, André Vianco é capaz de impressionar qualquer um que goste de ação!

 Um vampiro é a sombra que ele toma. É o gato que ele mata por nada. É o pensamento que ele lê e arranca sem permissão. É o grito que provoca. É o sangue que ele gela. É o minuto-segundo que suspira, imaginando sentir o coração pulsar. É a lágrima que cai quando o fim nos parece certo. (p.152)

 

VIANCO, André. O senhor da chuva. Osasco: Novo Século, 2009. 272p.

3 latas

Um pensamento sobre “O SENHOR DA CHUVA – ANDRÉ VIANCO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s