Os Doze Mandamentos – Sidney Sheldon

“Moisés desceu da montanha com duas tábuas de pedra nas quais estavam inscritos os Dez Mandamentos da lei de deus – as regras a que os fiéis devem obedecer, conta a história sagrada. Mas Sidney Sheldon vai até a época de Moisés para revelar um segredo: na verdades, são 12 mandamentos. E, ao contrário da punição de quem não cumpre os mandamentos de deus, os personagens de Sidney Sheldon receberão grandes recompensas, tornando-se pessoas ricas, famosas e felizes.”

OS_DOZE_MANDAMENTOS_1228409918PNão, eu não escrevi errado, o nome do livro é esse mesmo Os doze mandamentos. Neste apanhado de contos, Sidney Sheldon traduz com humor várias situações em que as personagens descumpriram regras e foram agraciadas por isso. Os dois mandamentos que o autor adiciona são: Nunca dirás uma inverdade e Não farás mal ao teu semelhante (na verdade eu acho que são esses dois porque nem sei direito quais são os outros dez).

Eu não sou muito ligada nesse negócio de mandamento, lei sei-lá-do-que e semana-sei-lá-das-quantas, por isto essas pequenas histórias não me deixaram indignada ou algo parecido – como sei que muita gente ficaria se lesse – apenas levei o livro como uma ficção para entreter.

Logo no início do livro o autor faz uma breve explicação sobre o porquê desses dois mandamentos não terem chegado até a população e conta outras passagens bíblicas – tudo sempre com humor.

Os contos são curtos, escritos de forma fácil e sem firulas. Li este livro há muito, muito, muito tempo, devia ter uns 11 ou 12 anos e lembro que gostei. Sei que hoje não me agradaria tanto, pois os finais já estão bem claros: os protagonistas sempre vão se dar bem ao desrespeitar os mandamentos.

O livro é indicado para o público infanto-juvenil por se tratar de uma narrativa ágil, sem enrolação e escrita de forma simples. A edição que eu tenho é da Record: capa simples, sem orelha e apenas 142 páginas.

Nunca é demais lembrar que o livro é uma ficção, portanto deve ser tratado como tal.

SHELDON, Sidney. Os doze mandamentos. Rio de Janeiro: Record, 1997.

3 latas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s