Para cima e não para Norte – Patrícia Portela

14583942_8iAVp

Os Homens Espaciais não deslizam pelo Mundo Plano. Os Homens Espaciais colecionam, arquivam, organizam informação plana para poderem comunicar, repensar, preservar o seu conhecimento. Os Homens Espaciais precisam do Mundo Plano para pensar. Os Homens Espaciais precisam do Mundo Plano para ter idéias!
(p. 83)

Gente! Depois de 5.000 anos estou de volta! Esse último mês foi bem complicado; estágio novo-velho, trabalho interminável na faculdade, mil documentos para entregar no projeto da USP, mas estou viva! E para comemorar que sobrevivi a tudo isso, hoje trago um livro da autora portuguesa Patrícia Portela: segurem-se nas cadeiras que Para cima e não para norte vai fazer você perder o rumo!

O livro trata da história verídica de um Homem Plano. Esse homem vive nos livros uma vidinha pacata, até que um belo dia ele se depara com uma letra diferente… ele fica intrigado com aquela letra e começa a pesquisar. Em suas pesquisas descobre que a tal letra é uma impressão digital, a partir daí o Homem Plano começa uma jornada em busca de respostas e do Mundo Espacial.

Bom, primeiramente devo dizer que esse livro é muuuuuito viajado. É quase um desafio passar pelas páginas sem tentar achar simbolismos ou metáforas. Não, a coisa é literal: “o Homem Plano é um super-herói, que se descobre com apenas duas dimensões e se desafia a conquistar uma terceira, passando por várias noções de perspectivas”. No começo eu achava que o Homem Plano era uma ilustração, depois ele disse que era um ponto, depois eu fiquei sem saber o que pensar. Esse é o tipo de livro que para você conseguir captar tudo sem perdas é preciso uma imaginação fértil gigante (ou usar algumas dorgas)!

Em várias passagens o Homem Plano conversa com o leitor, na verdade o narrador-personagem conta sua história diretamente para que está lendo. Ele dialoga, se explica e faz questionamentos para os Homens Espaciais, ou seja, para aquele que está lendo o livro. Mas a conversa existente entre a personagem e aquele que lê o livro fica mais clara quando o Homem Plano diz que só existe enquanto tem alguém lendo um livro. Neste ponto não pude deixar de fazer uma analogia com o livro em si, pois a história de um livro só existe enquanto há alguém para lê-lo…

Bom, deixando as divagações de lado, devo dizer que o projeto gráfico desse livro é IN-CRÍ-VEL! As páginas são de papel pólen de gramatura alta, a capa tem uma textura meio emborrachada e muito gostosa. Toda a história não é contada apenas em linhas e palavras, a autora utiliza de todos os recursos possíveis para desenvolver sua trama. Nada no livro é dispensável, as notas de roda pé, ilustrações, gráficos, fotografias e palavras de vários tamanhos e fontes guardam partes importantes do enredo. Na figura abaixo temos um belo exemplo desse processo:

Apresentação1

Em um dado momento do livro o Homem Plano vai para cadeia. Durante o período em que ele conta a história preso as páginas contêm barras na margem inferior (imagem 1). A figura 2 mostra um dos vários recursos tipológicos que estão presentes no livro.

Para cima… faz parte da série Novíssimos da editora Leya. A coleção conta com cinco livros de importantes autores da literatura portuguesa contemporânea (por isso mesmo a escrita está em português de Portugal, o que pode causar estranheza para os leitores desavisados). Fica a dica para aqueles que querem sair do lugar comum e enfrentar uma leitura diferente e cheia de surpresas!

PORTELA, Patrícia. Para cima e não para norte. Rio de Janeiro: Leya, 2012.

4 latas

2 pensamentos sobre “Para cima e não para Norte – Patrícia Portela

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s