“The D in David” – by Michelle Yi & Yaron Farkash

Anúncios

Pálido Ponto Azul – Carl Sagan

Em 1977 foi lançada no espaço a sonda Voyager que tinha por objetivo explorar nosso Sistema Solar. Atualmente a sonda Voyager 1 é a missão que está a mais tempo em atividade no espaço e também é o objeto que está mais distante da Terra, prestes a romper os limites do Sistema Solar.

Assim que a Voyager se distanciou de Saturno, ela fez uma última foto do planeta Terra, o qual se mostrou um pequeno ponto azul em meio ao infinito.

earth-pale-blue-dot

 

Baseado nessa imagem, o astrônomo Carl Sagan fez um texto que mostrou ao mundo o quando somos pequenos diante da imensidão do espaço. O vídeo abaixo, narrado por Guilherme Briggs, traz esse texto e um momento de reflexão para todos nós.

O lobinho nunca mente – direção Ian SBF

Olá gente bonita!!! Como está a vida? Faz tempo que não passo por aqui, mas está tudo meio corrido! Para não deixar esse blog às moscas, hoje trago um filminho supimpa de 2007, dirigido pelo Ian SBF e estrelado pelo Fábio Porchat (na época em que ele ainda não era esse popstar de hoje em dia).

O lobinho nunca mente é um experiência diferente: o narrador-personagem nos leva em uma viagem pela sua consciência e todos os seus temores.

Aproveitem!

DISTRITO 9 – NEILL BLOMKAMP (dir)

Olá minha gente bonita! Sei que ando meio sumida, mas, sabe como é, natal, ano novo, viagem…. a gente se afasta mesmo. Prometo ser mais assídua daqui pra frente. Bom, para começar o ano eu não vou falar de livros. Vou sair da rotina e vou comentar um filme: Distrito 9.

Distrito 9 se passa em Joanesburgo, África do Sul. Um belo dia uma nave alienígena aparece na cidade e fica lá, pairando por dias. Quando decidem entrar, descobrem vários E.T.s amontoados e subnutridos. Os aliens são recolhidos em terra e levados para um acampamento (tipo acampamento de refugiados), mas, como acontece em todos os lugares em que uma população diferente passa a conviver com a local, vários incidentes ocorrem. Até que, 20 anos depois, uma ordem de despejo para todos causa uma grande revolução.

O filme, que é rodado em forma de documentário, sob o manto de ficção científica, traz várias questões políticas à tona: povos marginalizados (já que o acampamento acabou se tornando uma grande favela e seus moradores a escória da cidade), xenofobia, segregação racial, opressão, políticas higienistas, tudo que a gente vê na vida real – e nem precisamos ir muito longe

A história tenta retratar que, diferentemente de outros filmes, povos de outro mundo não são necessariamente mais evoluídos e nem trazem respostas para os questionamentos da humanidade, eles são comuns e também podem ser oprimidos e enfraquecidos pelo ser humano (como qualquer povo desse mundo).

Apesar de o roteiro conter algumas passagens bem comuns (o cara mau que maltratava os fracos que por uma ironia do destino passa a necessitar da ajuda deles e muda para o lado de lá),  a idéia central é bem interessante: poder discutir política através de um filme de ficção – ainda mais quando o cenário para essa ficção é a África do Sul, país que já sofreu muito com políticas governistas de segregação racial. Astuto.

 

 

110 anos de Drummond

Como todos já sabem, se estivesse vivo Drummond estaria completando hoje 110 anos… Porém sua poesia está viva, então o poeta ainda respira através dela!

Para homenageá-lo, achei um vídeo em que o poema José é narrado pelo próprio Drummond. As imagens e a trilha sonora combinaram perfeitamente com o teor do poema.. lindo! 

JOSÉ

E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, você?
você que é sem nome,
que zomba dos outros,
você que faz versos,
que ama protesta,
e agora, José?